Cirurgia para Endometriose Avançada

A endometriose consiste em uma doença que afeta cerca de 5 a 15% das mulheres em idade fértil e 20 a 40% das mulheres com dificuldade para engravidar. Caracteriza-se pela presença de tecido endometrial (o mesmo tecido que reveste o interior do útero e que é expelido durante a menstruação) fora da cavidade uterina. Pode atingir qualquer parte do corpo, mas é comumente encontrada no interior do abdome próximo ao útero, ovários e tubas uterinas.

Quando as lesões de endometriose deixam de ser implantes superficiais e apresentam-se como nódulos profundos que infiltram e invadem órgãos e outras estruturas adjacentes (como, por exemplo, intestino, ovários e bexiga), recebem o nome de endometriose profunda.

O adequado tratamento cirúrgico da endometriose é realizado através da videolaparoscopia com a retirada completa das lesões e não apenas sua cauterização. Esta técnica melhora as condições de fertilidade da paciente, permitindo por vezes a gestação espontânea ou, caso seja necessário realizar tratamentos de reprodução assistida, aumenta as chances de gravidez.