Conheça os 5 principais custos do Tratamento de Fertilização In Vitro

RECEBA NOSSOS PRÓXIMOS
CONTEÚDOS EXCLUSIVOS:

    Compartilhe este post

    Share on facebook
    Share on twitter
    Share on linkedin
    Share on whatsapp

    A procura por um tratamento de Fertilização In Vitro aumentou bastante atualmente, isso deve-se a diversos fatores, como a queda da fertilidade entre homens e mulheres.

    Estima-se que 15% da população mundial é infértil, de acordo com dados da Organização Mundial de Saúde. Além disso, grande parte das mulheres preferem ter filhos mais tarde, o que impacta as chances de concepção.

    O tratamento de Fertilização In Vitro é um procedimento com cerca de 35 a 55% de probabilidade de sucesso por tentativa, mas que depende de uma equipe médica especializada e tecnologia de ponta.

    Levando isso em consideração, os valores não são baixos, o que demanda uma organização financeira por parte dos interessados. Esse é o seu caso? Continue a leitura para conhecer os cinco principais custos para realizar uma FIV!

    Antes de falar de valores, entenda o passo a passo para a realização da FIV

    O tratamento de Fertilização In Vitro é bastante complexo e conhecer o seu passo a passo é essencial para compreender o preço cobrado pelo procedimento. Vamos lá?

    • 1º Passo: Realização de exames que irão diagnosticar a infertilidade;

    • 2º Passo: Estimulação ovariana através de medicamentos hormonais;

    • 3º Passo: Monitoramento dos folículos ovarianos via ultrassonografia seriada;

    • 4º Passo: Aspiração dos óvulos realizada em centro cirúrgico;

    • 5º Passo: Coleta do sêmen ou importação do material via banco de gametas;

    • 6º Passo: Manipulação dos gametas em laboratório;

    • 7º Passo: Fertilização in vitro dos óvulos;

    • 8º Passo: Análise da viabilidade dos óvulos fecundados e dos embriões;

    • 9º Passo: Preparo do útero para implantação dos embriões por meio de medicamentos;

    • 10º Passo: Transferência dos embriões para o útero;

    • 11º Passo: Criopreservação de gametas e embriões, caso seja necessária haja gametas ou embriões excedentes.

    Como você pode ver, a lista de procedimentos a serem realizados é extensa e requer insumos, equipamentos laboratoriais e muitos profissionais, como vamos comentar no próximo tópico!

    Compreenda também que o tratamento de fertilização in vitro envolve uma grande equipe

    O tratamento de Fertilização In Vitro possui diversas etapas e cada uma delas depende de um corpo clínico e laboratorial altamente qualificado, afinal, eles estão lidando com a vida dos seus futuros filhos.

    Para todo esse processo é necessário, no mínimo, um ginecologista, um embriologista, uma equipe de enfermagem e técnicos laboratoriais.

    Os médicos envolvidos são especializados em reprodução humana e investem em formação continuada e atualizações para sempre estarem a par das novidades da área, já que a medicina reprodutiva é um campo que avança muito rapidamente

    Agora que você já compreende toda a complexidade do tratamento de Fertilização In Vitro, vamos conhecer os principais valores envolvidos nesse processo.

    Conheça aqui os 5 principais custos do tratamento

    Finalmente, vamos falar sobre o orçamento da FIV!

    1. Consultas e exames

    A primeira coisa a se fazer antes de iniciar a FIV é avaliar a saúde do casal. Para isso, o casal deve consultar um especialista em reprodução assistida.

     

    Esta etapa muitas vezes pode ser custeada pelo plano de saúde, caso o convênio ofereça cobertura ou forneça reembolso do valor pago pela consulta.

    2. Honorários médicos pelo tratamento de Fertilização In Vitro

    Como você viu, existe uma grande equipe clínica envolvida. Todos os procedimentos envolvem uma gama de conhecimentos específicos necessários para realização da sua FIV, que abrangem conteúdos relacionados à ginecologia, genética, obstetrícia, ética na reprodução humana,urologia entre outros.

    3. Medicamentos

    Os remédios que estamos falando aqui são aqueles referentes ao tratamento hormonal de indução da ovulação. São medicamentos injetáveis de alto custo somente vendidos em distribuidoras especializadas.

    4. Coleta de material genético embrionário

    Esta etapa não está indicada para todo casal e envolve análise genética dos cromossomos do embrião. O custo é relacionado ao procedimento de manipulação embrionária, chamada de biópsia embrionária, que consiste na retirada de células do embrião e ao  laboratório de genética que irá análisar possíveis anormalidades cromossomicas.

    5. Criopreservação

    Como comentamos, o excedente de óvulos ou embriões são congelados para caso seja necessária uma segunda tentativa ou para seu segundo filho.

    Além de um valor referente a criopreservação, também é cobrada uma anuidade (ou mensalidade dependendo do laboratório).

    Conclusão

    Para muitos casais o tratamento de Fertilização In Vitro é a maior esperança para concretizar o sonho de ter filhos, mas para que isso se torne realidade, é necessário bastante planejamento financeiro.

    E para ter certeza de que o seu dinheiro está sendo bem investido é importante buscar uma clínica renomada e com qualidade comprovada.

    Para conhecer mais sobre o nosso trabalho continue no nosso blog! Nos acompanhe também nas redes sociais, estamos no Instagram, Facebook e YouTube!
    fiv

    Para ler

    Em seguida