Huntington e o Novembro Azul

RECEBA NOSSOS PRÓXIMOS
CONTEÚDOS EXCLUSIVOS:

    Compartilhe este post

    Share on facebook
    Share on twitter
    Share on linkedin
    Share on whatsapp

     

    No Novembro Azul, mês mundial da conscientização contra o câncer da próstata, o Grupo Huntington faz alerta sobre a doença. O movimento que dura o mês todo mostra para os homens os riscos e a necessidade de diagnóstico precoce deste tipo de câncer, que segundo o Instituto Nacional do Câncer (INCA) é o segundo mais comum entre os homens, atingindo cerca de três quartos deles a partir dos 65 anos.

    A próstata é uma glândula presente nos homens e fica localizada a frente do reto e abaixo da bexiga. A doença pode ser descoberta através do exame clínico, por meio de um toque retal, exame este que causa resistência em muitos homens, juntamente com o resultado de um exame de sangue.

    O tratamento dependerá do estágio em que se encontra o câncer da próstata, porém, um dos efeitos pode ser a infertilidade – fator que pode dificultar os homens que manifestam a doença a terem filhos futuramente, pois os além de combaterem as células cancerígenas, esses tratamentos também afetam as células germinativas que dão origem aos espermatozoides. Sendo assim, se o paciente deseja ter filhos após a cura da doença suas chances podem estar comprometidas.

    Um alerta para a população é que os médicos oncologistas deveriam manter um estreito diálogo com seus pacientes sobre todo o processo do tratamento oncológico e indicar possibilidades de preservação da fertilidade.

    A Huntington acredita na prevenção da doença e apoia a campanha.

    17.11_NovAzul

    Para ler

    Em seguida